Fórum de Valença do Minho

Olá caro(a) Visitante!

A Administração do Fórum Valença do Minho convida-o(a) a registar-se no nosso Fórum!

Se já o fez, por favor faça Login!

A Administração


Cinco municípios criam Confraria da Lampreia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cinco municípios criam Confraria da Lampreia

Mensagem por gijo em 13/1/2010, 16:13

Os cinco municípios banhados pelo Minho pretendem criar uma Confraria da Lampreia com a marca daquele rio internacional. O processo com vista à concretização do projecto em 2010 já foi iniciado. Para os próximos dois meses, em Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença, Monção e Melgaço, está prometida a realização de uma acção conjunta de cariz gastronómico e turístico com "visibilidade nacional" de promoção do ciclóstomo, em que, pelo menos 80 restaurantes destes concelhos irão servir lampreia de modo tradicional.

Um grupo de trabalho está no terreno a preparar a futura confraria e impôs como regra número um que o prato, que deverá constar obrigatoriamente todos os fins-de-semana nos cardápios da restauração aderente, seja confeccionado de acordo com a receita de maior tradição.

Segundo Nuno Correia, responsável pelos serviços culturais da Câmara de Vila Nova de Cerveira, que há já largos anos dedica o mês de Fevereiro à promoção deste prato tradicional, a ideia de unir esforços para classificar a lampreia do Minho como "um produto de excelência" terá partido do município de Caminha e sido depois abraçada pelos restantes concelhos da margem portuguesa do rio. Ao grupo ter-se-ão juntado a Adriminho (Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho) e a Câmara de Paredes de Coura.

"O grupo constituído por esses seis municípios e a Adriminho tem como objectivo a curto prazo a criação de uma Confraria da Lampreia do rio Minho e a sua certificação como iguaria de excelência", refere Nuno Correia.


IN: JN
avatar
gijo
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 34
Localização : Valença
Nº de Mensagens : 155
Data de inscrição : 10/03/2007
1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pescadores do Minho querem travar lampreia a preço de saldo

Mensagem por gijo em 15/1/2010, 15:16

Mais de sessenta barcos e 120 pescadores "invadem", por estes dias, o rio Lima. Trata-se da habitual safra da lampreia, que decorre, em Viana do Castelo, entre 1 de Janeiro e 30 de Abril, mas desde já as expectativas dos pescadores são baixas. Apesar de a lampreia até estar mais cara e rondar, cada uma, entre 50 e 120 euros, consoante os tamanhos.

"Para já está pior, há poucas lampreias. Talvez seja um ano mais fraco do que 2009, mas os preços, havendo pouca lampreia, vão ter que subir", avisa Fernando Ferreira, pescador e presidente da Associação de Pescadores do Rio Lima de Darque (DarPesca).

Pescador há 18 anos, lembra que em Janeiro o negócio costuma ser "mais lucrativo", porque é quando "há menos lampreia", tendência que muda a partir de Fevereiro. Nessa altura a lampreia começa a subir o rio e a pesca "começa a ser mais abundante".

Os pescadores pretendem ainda contrariar o que foi o ano de 2009, em termos de preços. É que, devido à crise, as lampreias chegaram a ser vendidas entre 25 e 50 euros. Na região do Minho a pesca da lampreia é feita ainda no rio Minho e no Cávado (Esposende), mas a lampreia do Lima, tendencialmente, tem sido a mais cara. "A crise existe mas os compradores aproveitam-se para fazer mais crise ainda e baixar o preço.

Os pescadores é que perdem". Isto porque do pescador até ao consumidor final, por exemplo num restaurante, o preço da lampreia não pára de aumentar. Ao leme de uma pequena embarcação de cinco metros, acompanhado de um rádio para fazer passar as horas, Fernando Ferreira, de 38 anos, é pescador na foz do Lima. "Há dias em que se apanham 3 ou 4 lampreias, outros nem isso. É uma questão de sorte, mas também de arte, claro", conta.

A lampreia é um ciclóstomo com corpo anguiliforme e sem barbatanas pares. Pode medir um metro e atingir um peso de dois quilos. Com dorso escuro e ventre claro, possui uma ventosa bucal típica constituída por estruturas córneas de diferentes comprimentos. Inicia a sua migração em Dezembro, prolongando-se até Junho. Para se reproduzirem, fixam-se a pedras com a ajuda do seu disco bucal e o macho escava um buraco na areia no qual são depositados pela fêmea entre 60 000 e 300 000 óvulos.

Como é uma atracção minhota, as câmaras de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Paredes de Coura, Valença, Monção e Melgaço vão promover durante os meses de Fevereiro e Março o evento "Lampreia do rio Minho - Um Prato de Excelência", que visa a promoção da lampreia do rio Minho, enquanto iguaria de excelência e de referência, em dezenas de restaurantes locais.

IN: DN
avatar
gijo
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 34
Localização : Valença
Nº de Mensagens : 155
Data de inscrição : 10/03/2007
1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum